Sachsenhausen - Fábrica de horrores do regime Nazista

Próxima à cidade de Berlim, na cidade de Oranienburg encontra-se um do mais famoso campo de concentração do regime nazista. O campo de concentração de Sachsenhausen.
Os campos de concentração eram usados em períodos de guerra para confinar presos de guerra (civis e militares). Durante a 2º guerra mundial, o regime de Hitler transformou essas prisões em campos de extermínio em massa e  laboratórios que usavam prisioneiros como cobaias. No caso Sachsenhausen, esse campo  também era usado para treinamento de oficiais da SS.

Como chegar:

Para chegar a cidade de Oranienburg é preciso comprar um ticket de trem em Berlim (custa em torno de 3 Euros) e seguir ate a estação final da linha S1. Mais informações sobre o sistema de trem e metro de Berlim clique aqui.
A viagem de trem de Berlim ate Oranienburg dura aproximadamente 1 hora. E aproveitamos o caminho para recuperar as energias.....
Galera no trem indo para Oranienburg 
Chegada à Estação de Oranienburg.
Caminha pela cidade ate chegar ao Campo de concentração
Campo de concentração
Inicio do complexo Sachsenhausen 

A entrada no campo de concentração é gratuita, caso você queira realizar uma visita guiada, é possível contratar um guia na entrada do campo por 15 Euros. Mais informações acesse : http://www.stiftung-bg.de/ .
Caso não queira o guia, segue um pouco da historia do local. O campo de Sachsenhausen funcionou desde meados de 1936 a 1945 quando foi libertado pelas tropas Russas que marchavam para Berlim. Talvez pela proximidade de Berlim o campo de Sachsenhausen abrigava os principais prisioneiros políticos ( o filho do próprio Stalin foi prisioneiro aqui) do regime nazista alem de judeus, ciganos, homossexuais, testemunhas de Jeová, e milhares de prisioneiros de guerra.
Entrada do campo de concentração
Inicio do complexo Sachsenhausen
torre de controle
Torres de controle 
Alojamento dos moradores
Alojamento da SS nazita
Na visita ao Campo, acompanhamos um guia por um bom tempo (ele liberou) sem pagar, ele só não permitiu que nós acompanhássemos o grupo durante a visita aos fornos que eram usados para cremar os corpos dos prisioneiros.
Sachsenhausen
Caminhando para a entrada principal do campo
Este campo de concentração foi um importante centro de treinamento de oficiais da SS, onde segundo a guia, a intolerância era o foco desse aprendizado . Na foto abaixo mostra o refeitório dos oficiais da SS, esse lugar era usado para fazer tortura psicológica com os presos que eram obrigado a cozinhar e servir boa comida aos oficiais mesmo estando dias comendo mal ou ate mesmo sem comer....
Refeitório nazista
Restaurante dos oficiais da SS
Aproximadamente 200.000 pessoas passaram por Sachsenhausen entre 1936 e 1945. Destas umas 100.000 morreram de doença, desnutrição ou de pneumonia devido ao frio congelante. Muitos outros foram executados ou morreram como resultado de experimentação brutais.
Quando visitamos o campo, a temperatura estava em torno de - 20 ºC e não tem como não pensar naquele aglomerado de gente nesse frio sem comer e usando somente  um "pijama" para ser proteger....
Entrada do campo de concentração
Entrada do campo de concentração
No edifico da entrada do campo de concentração ficavam os oficiais que vigiavam o campo. Quando o campo foi liberto pelos soviéticos, o relógio da torre foi parado e encontra-se assim ate hoje. Os portões do campo tinha a frase usada pela propaganda nazista "Arbeit macht frei" - O trabalho liberta.
Hora da libertação do campo
Hora em que o campo foi libertado
Arbeit macht frei
Frase "O trabalho Liberta" propaganda Nazista
A foto abaixo mostra o pátio onde os prisioneiros eram contados todos os dias de manha e de noite antes de irem dormir, ao fundo é possível ver o contorno dos barracões onde os prisioneiros dormiam. Quem quiser ter acesso à uma planta do local, achei uma bem legal na net clique aqui para dar uma olhada.
memorial da libertação
Representação dos antigos barracões onde ficavam os presos
Das antigas cercas de arame farpado e cercas eletrificadas, só um pedaço foi conservado onde segundo a lenda o filho de Stalin se suicidou. Após saber que o filho do ditador russo tinha sido capturado, o exercito alemão enviou uma carta à Stalin querendo trocar seu filho por alguns oficiais, a resposta dada por Stalin, foi que ele não tinha mais filho......
Cercas de proteção
Cerca de contenção
Próximas as cercas, há uma linha no chão (a linha esta coberta de neve) e placas que advertiam os detentos que os soldados das torres tinham permissão de atirar para matar qualquer um passasse da linha. Vários prisioneiros não aguentando mais os maus tratos, atravessavam a linha propositalmente para serem morto..... Cada soldado que acertasse o prisioneiro com um tiro na cabeça recebia uma medalha como "troféu"....
Sachsenhausen
Aviso próximo as cercas 
Este campo de concentração tinha um setor especial onde só ficavam os pressos políticos de Hitler...
Presos políticos
Local de tortura de presos políticos

Interior de uma ala de presos políticos
Após anos de controle parte dos soviéticos, os barracões do campo de concentração foram destruídos e em 22 de Abril de 1961 (dia do descobrimento do Brasil) o soviéticos decidiram criar o memorial nacional de Sachsenhausen  que simbolizava a vitoria do anti-fascismo sobre o fascismo.
Monumento da libertação
Monumento da libertação em Sachsenhausen .
soldado soviético
Soldado Soviético libertando prisioneiros
Sachsenhausen
Ultima foto antes da partida
Não sei se foi psicológico, ou o frio, ou sei lá o que, mas o clima aqui era muito pesado. Alguns dos meus amigos não quiseram visitar os fornos usados para cremar os mortos no campo.

Outras informações sobre o Campo e Berlim, acesse no blog de nosso parceiro a riqueza de viajar......

Usuários de Yahoo e netvibe, assine nosso FEED na barra lateral e fique sabendo de todas nossas atualizações. Semanalmente temos novidades!!!!!


Curtiu nossa postagem ou as fotos? Curta nossa pagina no facebook abaixo:

Postagens mais visitadas

Curta nossa pagina no Facebook