Linhares da Beira - Capital portuguesa do Parapente

A pequena cidade com pouco mais de 300 habitantes localizada na encosta da Serra da Estrela onde é possível contemplar belas paisagens montanhosas característica da Beira é uma ótima opção para os amantes de parapente e turista que desejam "sentir" a idade média.
O local que provavelmente foi fundada por povos Túrdulos possui registros escritos referentes à dominação da região por visigodos, romanos e muçulmanos. Após a reconquista da região por D. Afonso Henriques o local se desenvolveu graças a estrada que ligava a cidade da Guarda à Coimbra. O local também abrigava uma imponente fortaleza que pertencia ao sistema defensivo da Beira constituída pelos castelos de Celorico da Beira, Trancoso e Guarda.
Atualmente a cidade de Linhares participa do programa de Aldeias Históricas, criado pelo governo português em 1991 com intuito de resgatar e promover a história de núcleos urbanos fundados antes da fundação da Nação Portuguesa. 
Ruas medievais de linhares
Ruas medievais sob a proteção do castelo.
A cidade de Linhares um teve papel importante um papel de destaque em dois momentos da história portuguesa. No primeiro momento em 1198 o exercito de Leão invadiu a Beira e vinha conquistando todos os castelos em seu caminho. Quando o exercito de Leão sitiou a cidade de Celorico da Beira, o alcaide de Linhares da Beira aproveitou uma noite de Lua nova e marchou em socorro ao seu irmão o Alcaide de Celorico. Uma grande batalha foi travada em Celorico com vitória lusitana que obrigou o exercito leonês a recuar. O segundo momento ocorrido em 1385, Linhares da Beira assim como Trancoso enviaram seus homens para a famosa batalha de Aljubarrota que selou definitivamente a derrota dos castelhanos e acabou com as disputas na região da Beira. Quem conhecer mais sobre a batalha de Aljubarrota e o magnífico mosteiro que foi erguido no local da batalha clique aqui.
Linhares da Beira
Fonte de agua e lavadeira batendo suas roupas na pedra.

Como chegar:

Infelizmente não achei muitas opções para acessar a cidade, as únicas opções disponíveis o acesso é feito de carro (particular ou táxi)

Carro - O mais simples é ir até Celorico da Beira (aproveite conheça Celorico clicando no link) por onde passa a autoestrada A25 e seguir por aproximadamente 15 km pela antiga estrada N17 (a estrada esta em ótimo estado) sentido Coimbra. O castelo da cidade é visível de longe, não tem erro.

Taxi - O mais simples é pegar o taxi em Celorico, uma corrida até Linhares ira custa aproximadamente R$ 50,00, (valor dado pelo site rome2rio,verificar valor) não esqueça de pensar na volta!!!!!
Castelo medieval portugues
Castelo do Linhares visto da Estrada.

O que visitar:

Castelo Medieval- Durante o período de dominação romana, Linhares ganhou grande importância graças a sua proximidade com a antiga estrada romana que ligava a cidade da Guarda a Coimbra (atual N17). Devido ao fato de estar localizada sobre um maciço de granito a 800 mts e com vista dominante sobre o vale do Mondego, os Mouros construíram uma fortaleza que posteriormente foi destruída durante as invasões de Leão à Beira Alta. Com a reconquista definitiva da região por Dom Afonso Henriques e as constantes disputas entre Portugal, Castella e Leão pelo Domínio da região, Sancho I (sucessor de D. Afonso Henriques) construí uma fortaleza no local que posteriormente foi aperfeiçoada durante o reinado de D. Dinís. Em consequência de diversos trabalhos em diferentes épocas da história o atual castelo que já não possui mais os muros que envolviam a cidade e os muros que sobraram não possuem mais os merlões defensivos (ainda visíveis nas duas imponentes torres) mescla arquiteturas românica e gótica.
Entrada do Castelo de Linhares
Vale do Mondego - Linhares da Beira
Vista dominante do Castelo de Linhares sobre o Vale do Mondego.
O castelo que possui duas torres retangulares (o formato retangular foi muito usado até o inicio do século XIV) e aproveitou bem o relevo da região era divido em três recintos....
O primeiro recinto que não existe mais era conhecido como cidadela ou alcácer (palavra de origem árabe derivada de Qsar que significa cidadela) era o local onde a população se refugiava e armazenava boa parte dos alimentos e o gado que seriam consumidos durante os sítios (sitio-nome usado para definir quando tropas inimigas cercavam um castelo). O segundo recinto que possuía um acesso dificultado pelas construções da vila e estreitas portas servia como arsenal e concentrava as tropas do castelo caso a cidadela fosse invadida. No caso de Linhares o local abrigava a torre do relógio e dava acesso ao chamado "ultimo reduto". 
Castelo de Linhares
Acesso ao ultimo reduto do castelo e torre de Menagem.
O ultimo reduto como o próprio diz era o local onde o Alcaide do castelo e as ultimas forças de resistência concentravam-se caso os dois outros redutos fosse invadidos. Neste local fica a torre de menagem onde morava o alcaide do castelo. Nesta torre de três pavimentos é possível identificar alguns elementos clássicos da arquitetura militar medieval como a porta da torre acessada somente como  uma escada de 3 ou 4 metros (dificultando o acesso a torre), os chamados mata-cães no alto da torre (buracos usados para jogar pedra e óleo quente nos invasores do castelo) e os merlões que protegiam os defensores das flechas inimigas. Quem quiser conhecer outros castelos e saber mais sobre estruturas medievais, não deixe de conhecer nossa postagem sobre Celorico da Beira, Fougères e o Castelo de São Jorge.
Linhares da Beira
Entrada da torre de menagem - Unica porta de difícil acesso protegida por mata-cães
Ultimo reduto visto to alto da torre do relógio.
Quem visitar o castelo pode acessar as duras torres do castelo, na torre do relógio na qual é possível subir até o terraço e ver um antigo relógio instalado no século XVII. Quando visitei o castelo em 2006 a entrada era gratuita e não consegui achar nenhuma informação se atualmente é cobrada alguma taxa para visitar o castelo.
Antigo relógio do século XVII no interior da torre.
Pêndulos usado pelo relógio. 
Voos de parapente - A cidade de Linhares é conhecida como a capital portuguesa do parapente. Praticantes do esporte de Portugal inteiro e de outros países da Europa visitam a cidade para realizar voos. O responsável pelo esporte no local é o Clube Vertical, entrei em contato com o clube para saber os preços de voos duplos, mas ninguém respondeu até a conclusão dessa postagem. Para acessar o site oficial do Clube Vertical clique aqui.
Voo de parapente, outra opção de lazer em Linhares da Beira -crédito da imagem.
Igreja de Nossa Senhora da Assunção- Situada no Largo da Igreja próxima a entrada do Castelo, a igreja matriz de Linhares possui vestígios da arquitetura românica. O interior da igreja reconstruída no século XVII possui um rico altar-mor em talha dourada e um retábulo em talhada barroca. Alem dos belos altares, o local guarda 3 pinturas atribuídas a Vasco Fernandes (Grão Vasco) que representam a Descida da Cruz, a Adoração dos Magos e a Anunciação, que terão pertencido a um político local.
Igreja Matriz de Linhares da Beira
Igreja Matriz de Linhares da Beira - crédito da imagem.
Igreja da Misericórdia - A atual igreja que antigamente era chamada de Igreja de Santa Isidoro passou para a ordem das Misericórdias no século XVI que reformou a igreja românica em 1622. A igreja que é aberta a visitação possui talhada barroca e uma preciosa bandeira de procissão, que esteve presente na Exposição Comemorativa do Nascimento da Rainha Dona Leonor(1958) , fundadora das Misericórdias.
Matriz de Linhares da Beira
Igreja Matriz de Linhares da Beira.
Albergaria/ hospital- Localizada ao lado da Igreja da Misericórdia, o edifício do século XII servia de hospedagem para viajantes e peregrinos que passagem por Linhares. Durante o século XVI obras foram realizadas no local transformando o edifício num hospital. Há uma lenda que diz que a Dama do Pé de Cabra (Esposa de D. Diogo- Senhor da Biscaia e que cuja lenda diz que ela tinha pacto com o demônio) morou no local. Ao olhar a fachada do edifício podemos observar duas gárgulas que são identificadas com o Diabo e a Cabra. No interior da albergaria há duas obras atribuídas à alunos de Grão Vasco.
Linhares da Beira
Albergaria/ hospital - Linhares da Beira.
Rua Direita - Assim como toda cidade portuguesa, Linhares também possui a sua Rua Direita. O que em outrora concentrava o comercio e o poder publico de Linhares hoje abriga alguns edifícios que contam a historia da cidade. Dentre as construções e monumentos históricos da Rua Direita podemos destacar antiga casa da Câmara que também abrigava a cadeia da cidade (atualmente o edifício é usado pelos Correios) e o pelourinho que apresenta temas manuelinos como a esfera Armilar e representava a liberdade municipal.
Pelourinho e antiga casa da câmara - crédito da imagem.
Próximo ao edifício da câmara temos as ruínas do fórum medieval. Neste local ainda é possível ver uma rústica tribuna com as armas da vila, e alguns banco em pedra onde todas as decisões comunitárias eram tomadas.
Antigo fórum da Cidade de Linhares - crédito da imagem.
Casa do Judeu - Durante o século XVI a então cidade de Linhares teve um comercio muito prospero movimentado principalmente por povos de origem judia. Nesse período os judeus que aqui morava construíram um nobre edifício com a fachada em alvenaria de granito que comunicava com as casas dos judeus ao redor que servia como Sinagoga de Linhares. Atualmente a casa que ainda apresenta fachada original e expõe uma bela janela manuelina não é aberta a visitação.
 Antiga Sinagoga de Linhares da Beira
Casa do Judeu - Antiga Sinagoga de Linhares.
Solar Corte Real - Em geral o Solar é uma casa que pertencente a família nobre. O nome também é utilizado de maneira mais ampla para residências antigas de grande luxo e conforto. A cidade de Linhares da Beira apresenta alguns exemplos dessas luxuosas residências onde podemos destacar o hotel da rede Inatel. Construído na segunda metade do século XVIII e conhecido como Solar Corte Real destaca-se em meio a construções medievais por sua arquitetura barroca onde se destacam a sacada ao centro do edifício com gradeamento de ferro e o escudo com as insígnias heráldicas da família Corte Real.
hotel Inatel de Linhares da Beira
Solar Corte Real - Atual hotel da rede Inatel - crédito da imagem.

O que comer:

Queijo da Serra- Alem das tradicionais comidas da culinária portuguesa como Bacalhau, batatas e carne de porco, toda a região da Serra da Estrela é famosa por seus queijos. O queijo mais famoso de Portugal não deve passar despercebido pelos viajantes. Feito de leite de ovelha é possível comprar por 17 Euros/Kg.
Linhares da Beira
Queijo da Serra da estrela - O mais famoso de Portugal
Chocos grelhados- Quem gosta de frutos do mar, deve provar o prato chamado de chocos.  Até hoje não sei o que é exatamente, mas posso dizer que até hoje só encontrei esse preto em Portugal, o sabor lembra Lula e é inesquecível. Dentre as opções de chocos, a que mais me agrada é a grelhada com batatas e azeite, muito azeite que em restaurantes na Beira Alta deve custa no máximo 10 Euros.
Culinária portuguesa
Chocos grelhados com batatas - crédito da imagem.

Usuários de Yahoo e netvibe, assine nosso FEED na barra lateral e fique sabendo de todas nossas atualizações. Semanalmente temos novidades!!!!!


Duvidas são bem vindas, postando uma duvida em nosso blog você esta ajudando outros viajantes como você....


Curtiu nossa postagem ou as fotos? Curta nossa pagina no facebook abaixo:


Postagens mais visitadas

Curta nossa pagina no Facebook